Nobody's perfect

sábado, setembro 09, 2017


Sinto que cada fase da minha vida que termina preciso escrever sobre o que aconteceu, caso contrário a fase não se despede corretamente. Fica ali só esperando o momento para ser despertada.

Depois de 4 anos, here i'm. Nossa amizade durou sete anos. Aquela história de I cant wait to see you again é besteira. Até porque I cant wait to dont see you again. Quando começa a tocar a música dela em qualquer lugar que eu esteja preciso fechar os olhos e respirar fundo para não me lembrar de tudo o que aconteceu. Podem achar que é bobagem, mas não. É muito real para mim.

Todos os dias que acordava pensava nela. Isso é bizarro porque nunca a vi pessoalmente. Hoje acho esse amor platônico loucura. Mas eu acordava BEM cedo para ver a entrevista "exclusiva" ao vivo no The Today Show. Tinha que procurar um livestream que prestasse (em uma internet discada) e nem sempre era bom. Mas me sentia bem porque estava fazendo tudo para conseguir ver o que a pessoa tava fazendo na mesma hora que eu estava ali. Só assistindo. Só existindo.

Era lei. Todo os dias, 17 horas eu acessava todos os sites de paparazzi, tendo vírus ou não, e via onde ela esteve no dia, qual roupa ela tinha usado e etc. Além de baixar todas as fotos porque se eu não baixasse era como se não tivesse acesso a todas elas. Pra quê sentido (?????) (By the way, o site em que as fotos dos paparazzi chegavam mais rápido era o celebrity gossip )

Hoje vejo o quão bizarro é isso. O quão bizarro eu ter um modelo de vida que nunca ao menos conheci. Mas tudo bem porque era saudável. Isso não me prejudicava de nenhuma maneira. Até que, em 2013 ela se transforma em uma pessoa que diz que sempre quis ser. Totalmente diferente da pessoa de antes. "Essa é quem sou agora". Ok.

Não gosto de quem você é agora. E em menos de três dias toda aquela paixão se foi. Deletei todas as músicas que tinha no computador e no celular. Mas guardei os dvds e cds. Uma das partes mais chatas foi quando a galera, que me associava a ela, vinha falar como foi a perfomance dela no VMA 2013. Eu vi e foi exatamente naquele momento que pensei: WTF???? Não quero ser associada a uma pessoa que passa a apresentação INTEIRA se esfregando no homem de alguém. Acompanhar o crescimento dela foi muito legal, e não me arrependo de nada do que fiz, como fazer cartas e mandar pro email dela, ou assistir o vídeo novo no youtube várias vezes em um dia para ajudar a bater o record. E votar dias e noites, noites e dias, para que ganhasse tal prêmio. É o que fãs fazem. Mas acabou.

Fui ao cinema ver em tela grande todos os desastres dela, chamados de filme. E mesmo assim fiquei ao lado dela, ridículo não? Chamar de lealdade é menos ruim. Digamos, que como atriz, ela é uma ótima cantora. Talvez tenha dado certo com a primeira série porque era um lugar seguro. Ela nunca seria despedida, e com isso ficava confortável e era uma boa atriz de comédia.

Depois de 4 anos ela vem pedir pra sentar na mesma mesa que eu. Eu cresci. Não sento na mesa de pessoas mal resolvidas que só depois de QUATRO anos fala sobre virar as coisas para a sua base inteira dizendo que TUDO o que aconteceu não valeu de nada.

Tentou cantar hip hop... bom, foi algo que não deu tanto dinheiro quanto ser a princesa do pop, então ela volta toda tristonha fazendo dinheiro da última coisa que ela queria na vida: falar do """tortuoso""" passado. Então não tenha que ter vergonha de usar um peruca e ser outra pessoa. Ela podia ter mudado a aparência e continuado com a mesma essência. Mas não. Falou que, se pudesse não faria o seriado (que proporcionou tudo o que ela é hoje) e que, assim, tudo seria diferente na vida. Eu ficaria com vergonha das coisas que faz agora para ganhar dinehiro. Como fingir ser alguém que não é, cantando músicas que não significam nada só por money money.

Entendo que ninguém fica do mesmo jeito para sempre, mas criar uma música sobre isso só para atrair os holofotes de novo? É medíocre.

Que bom que você se sente mais jovem agora, mas pra mim já deu. Não fico mais acordada de madrugada para ver seus shows. Finalmente. Alguém precisa seguir em frente. E percebi todas as indiretas em younger now. Mas depois de tanto tempo não é uma dancinha que me lembre os velhos tempos que vai me fazer sentir tudo de novo. 

Hoje foi mais um dia nostalgia que passei ouvindo todos os álbuns antigos. Saudades de seus gritos em kicking and screaming e da sua felicidade cantando i miss you.

Ah e seu cabelo nunca foi tão bonito quanto em I cant be tamed. Sei que era fake, mas só para constar.

Ps: foi proposital passar de terceira para primeira pessoa no decorrer do texto.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Miley Cyrus?
    Hmm que foda ter uma decepção assim. Por isso eu acompanho bandas de rock haha, sou igual você até hoje, acompanho as bandas que gosto a anos e eles nunca me decepcionaram, muito pelo contrário só me orgulho cada vez mais de ser fã deles. Mas entendo também que são pessoas reais e que eles tem seus altos e baixos.
    Ah, eu também sou como você, preciso escrever sobre determinada fase da minha vida pra sentir que realmente passou haha.

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir