Marguerite


Nome: Marguerite
Ano: 2015
Gênero: comédia dramática,


Sinopse geral: O filme é franco-belga-checo. A história se passa na França, em 1920. Marguerite Dumont é rica, megalómana e apaixonada por ópera. Convencida de que tem uma belíssima voz, todos os anos ela reúne no seu castelo um grupo de amigos para quem canta em privado. Marguerite canta e o público que escolheu para a aplaudir reage como se ela fosse uma autêntica diva. Quando um jovem jornalista provocador decide escrever um artigo entusiástico sobre a sua última performance, ela encontra aí a coragem necessária para seguir o sonho. E tudo ganha novas proporções quando, apesar da relutância do marido, Marguerite decide organizar o seu primeiro recital perante uma plateia de estranhos. Excêntrica, obsessiva mas muito segura de si, ela decide mostrar-se ao mundo…
Visto em:  sexta-feira, 01 de julho de 2016.
Rate: 

Como você se sentiria se o que fizesse por toda a vida fizesse errado? Ou de um jeitinho especial que para alguns seria o errado?

Marguerite cantara ópera por toda a vida e só se apresentava para amigos íntimos. Sim, aqueles que nunca falariam nada de mal ou/e nenhuma crítica para entristecer a doce Marguerite. Um jornalista conturbado entrara de penetra em uma das apresentações particulares de Marguerite para seus amigos em seu castelo e escrevera uma página do jornal sobre a cantoria. Ao ler a notícia, ela se encantou com as {ácidas} palavras do jovem e o encontrou no jornal para dar lhe flores e agradecer pelos escritos. Assim começa uma amizade. Que para Marguerite é uma liberdade convertida em música e a vontade exacerbada de mostrar ao mundo quem é o porquê de estar aqui. Eventualmente ela descobre verdades sobre o casamento e rompe algumas fachadas que manteve por muito tempo.



Para a grande apresentação convidou todos, até pessoas que só iam para aplaudir. Porque existe uma teoria que se um grupo de pessoas aplaude (pago para isso), são maiores as probabilidades do salão todo aplaudir.

{Mais um filme para lista de filmes que não me emocionaram a ponto de eu chorar. - A lista só tem dois nomes} Isso não quer dizer que é bom e nem que é ruim. Bom, para quem chorava em todos os filmes, acho que é uma evolução e tanto!
O fim foi definitivamente O fim. Marguerite foi internada por complicações na garganta e seus amigos fizeram de tudo para que ela soubesse o som que fazia quando cantava ópera. Todos vestidos de preto, preparados para a última cena do último ato. O disco de vinil começou a tocar no aparelho e seus olhos fecharam.

Com uma chuva de significações em cada frase e momento, a comédia dramática foi perfeita para a noite.

Existem palavras e pensamentos que não merecem ser ditos, ou para vocês tudo deve ser deixado tão claro como a água?

Beijos, Ingrid. 

Comentários